Quem sou eu

Minha foto
Rio Claro, SP, Brazil
PATCHWORK e CÃES de RUA me encantam. O primeiro porque faz com que exercite meu lado criativo, o segundo pelo carinho incontestável que me oferecem sem exigência nenhuma. Sou grata a Deus por ser visível aos CÃES DE RUA. Meu lema:"FAZER O BEM SEM OLHAR A QUEM" contato @ criscrepaldi1953@gmail.com

Arquivo do blog

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

SEMINOLE EM PRETO & BRANCO


Gosto muito de trabalhos em preto e branco. 
Abaixo postarei um tutorial em tiras para pano de copa, que dará noção de sombreado. Encontrei esse pap em um site americano que vende régua específica para esse corte, mas podemos fazê-lo com o que temos aqui.

Escolha dos tecidos: 
2 serão com fundo branco e detalhes bem sutis em preto. 
1 com fundo branco mas com detalhes mais forte em preto.
1 com fundo preto e detalhes sutis em branco.
Essas tiras foram cortadas em 5 cm x 65 cm.
Costure-as como se apresenta abaixo.


Pelo avesso, passe com ferro quente as costuras, todas voltadas para o mesmo sentido.


Meça a medida que deu na largura das 4 tiras ( será de aproximadamente 14 cm ou 15 cm ) e então faça cortes quadrados. Deverão dar 4 quadrados.
Após ter os quadrados, fatie como aparece na foto abaixo. 2 quadrados com corte em ângulo pela esquerda. 2 quadrados com corte em ângulo pelo direita.


Teremos blocos diferentes. Veja que um bloco fica sombreado escuro e 1 bloco sombreado, claro. Cuidado nesse momento de unir os blocos.
Reforçando, você terá duas tiras para dois panos de copas. Uma com tons claros e outra com tons escuros.


Para costurar as tiras veja a disposição dos triângulos. O de baixo está com as costuras na vertical e o de cima com as costuras na horizontal.
Desloque a ponta do primeiro tecido, usando a medida que fará de margem de costura. Uso sempre 0,75 cm. 
Tem um pulo do gato aí para que as tiras fiquem corretas. 
Verifique que a ponta do lado esquerdo do tecido de cima, está para fora do bloco. E também a ponta do tecido de baixo, está aparecendo.
Coloque alfinetes e costure.


Ao abrir terá que ficar assim.


Proceda da mesma maneira com os blocos de cores escuras.


Direito e avesso das tiras.


Avesso.


Direito.


Costure uma tira em cima e outra embaixo de cada faixa, num dos tecidos escolhidos. Use bordado inglês ou renda e terá uma linda toalha de lavabo ou pano de copa ou o que sua imaginação permitir.



Agora dê asas à imaginação e tente fazer em cores... Desafio lançado.
Sucesso e boa sorte








sexta-feira, 14 de julho de 2017

"BRODERIE" 

É com imensa alegria que compartilho o lançamento do tecido "Broderie" pela Empresa Fernando Maluhy.


Recomendo a todas bordadeiras testá-lo e sentir sua maciez e delicadeza.
O "broderie" é um novo conceito de tecido para bordado e pintura. Uma nova geração que está chegando para ficar.
Segue abaixo os 6 bastidores que criei para divulgação. Usei em cada um deles, temas, fios e pontos  diferentes, para mostrar que é um tecido apropriado para qualquer bordadeira .  




















Gratidão à Empresa pela confiança depositada em mim.
Para adquirí-lo, entrar em contato direto com: http://www.fernandomaluhy.com.br/

Sucesso a todas bordadeiras, com meu carinho.



quarta-feira, 27 de julho de 2016

QUILT COM TIRAS EM TRIÂNGULOS

TRIÂNGULOS DESENCONTRADOS

Existem "n" maneiras de se criar um bloco de patchwork e aqui apresentarei blocos em triângulos de maneira fácil de se executar.
Primeiro escolheremos as cores que comporão o quilt e aqui vale uma dica: a distribuição das cores das tiras quando costuradas, darão efeitos diferentes. Dê asas à imaginação, arregace as mangas e bom trabalho.
Tiras separadas em 3 cores para ficar um trabalho bem alegre. Optei por tecidos lisos. Escolherei para os blocos, unir vermelho com verde e azul com amarelo. Apresentarei o passo-a-passo com o vermelho e verde e daí a escolha ficará a seu critério.
Corte longas tiras para facilitar a execução e no meu caso usei na largura dessas tiras, 7 cm.


Veja a disposição que usei na escolha da união das cores. As 3 primeiras em "degradê" e a ultima no tom mais escuro. Essa brincadeira de distribuição de cores é que darão efeitos interessantes nos blocos. Costurei  as tiras vermelhas e as tiras verdes.


Pelo avesso passe as tiras de maneira que desencontre as costuras. Veja em cada cor que uma hora a costura está virada para dentro e outra, virada para fora.


Após passar cada tira e refilá-las, veja com que medidas elas ficaram. Use essa mesma medida para cortar blocos quadrados. 
Sobreponha os tecidos voltados direito para direito, mas com costuras desencontradas.


Alfinete um tecido ao outro, bem sobreposto e passe uma costura na volta toda.


Para não fazer cortes errados e perder o trabalho, desenhe com um lápis aquarela um "X" no bloco.


Agora sem medo, faça o corte.


Desvire e surpreenda-se com o resultado. 


Passe com ferro novamente, deixando as costuras distribuídas de maneira que não fiquem sobrepostas. Veja que tem pontos onde elas desencontram. Isso faz com que os cantos se unam perfeitamente.


Outro lado.


Costure dois a dois os bloco.


Finalizado.



Complete o bloco e refile novamente se necessário para que fique perfeito.
Bom trabalho.
Sucesso.
Até um próximo.













quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

PONTO REPOLEGO ( PONTO DE BORDAR )

PONTO REPOLEGO


O REPOLEGO é um ponto de bordado ótimo para ser aplicado em galhos de flores ou num bordado  que queira realçar um traço. Ele substitui o PONTO PALESTRINA, ou o PONTO HASTE. Usei linha de novelo para essa demonstração.
O processo de confecção desse ponto é como se você fosse bordar o PONTO HASTE, mas em vez de deixar a linha de um único lado, você a posiciona uma vez do lado esquerdo do traço, uma vez do lado direito.
Clique sobre cada foto para ampliá-la.
Trace no tecido com um lápis de ponta fina onde quer bordar e entre com a agulha no início do risco. 


Com a linha do lado direito do traço, entre com a agulha no risco, alguns milímetros à frente e venha com ela onde deu inicio ao bordado.


Puxe todo o fio até que seja feito o primeiro ponto. Agora leve o fio para o lado esquerdo do traço.


Entre com a agulha no risco alguns milímetros à frente e volte com ela no mesmo ponto onde está saindo a linha. Puxe o fio até que seja feito o próximo ponto.


Mais um ponto concluído. Passe a linha agora novamente do lado direito do traço.


Repita a operação seguindo como guia o traço, intercalando os pontos, uma vez com a linha do lado direito do risco e a outra do lado esquerdo.




Pronto. PONTO de REPOLEGO executado com a maior facilidade. Delícia de bordá-lo.


Boa sorte e ótimo trabalho!